• Jose Eduardo Marcondes

Doença de Meniere é um tipo de labirintite?

Na verdade, o termo labirintite acabou se popularizando e sendo usado para qualquer tipo de tontura. Dentro desse conceito, a doença de Meniere seria sim um tipo de labirintite.


O que é então a doença de Meniere?


A doença de Meniere é uma condição em que o liquido do interior da orelha interna, chamado endolinfa está com a pressão aumentada. A orelha interna é uma estrutura que fica dentro do osso temporal e tem duas funções principais: a audição e o equilíbrio. A cóclea é o órgão responsável pela audição e o labirinto pelo equilíbrio. Dentro deles existem dois líquidos, a endolinfa e a perilinfa. E no Meniere a pressão da endolinfa fica aumentada.

Doenca de Meniere, tontura
Anatomia Orelha INterna

Qual a causa do Meniere?


A causa da doença de Meniere é desconhecida. O termo usado é idiopática, quando não se sabe a causa. Sabe-se que existe uma predisposição genética.


A doença de Meniere causa tontura?


Sim, a tontura é um dos principais sintomas dessa doença. Aparece subitamente e pode durar de cerca de 20 minutos a várias horas. Após o episódio de tontura, a pessoa costuma se sentir cansada, nauseada e com desequilíbrio por varias horas ou dias. Os episódios de tontura podem vir de forma aleatória ou seguir um padrão, havendo pessoas que conseguem inclusive prever quando terão a crise.


Quais os outros sintomas?


Plenitude Aural


Outro sintoma característico do Meniere é uma sensação de pressão no ouvido, como ao descer a serra ou decolar no avião. Essa sensação é chamada plenitude aural e pode estar concentrada no ouvido ou espalhada por toda a cabeça


Perda de Audição


A perda de audição do Meniere tem uma característica flutuante. O que é isso? Ela pode variar, piorando durante as crises, mas fora delas a audição pode estar normal.


Zumbido


O zumbido que acompanha o Meniere pode ter varias características, mas normalmente é descrito como um barulho de mar ou cachoeira. Pode ser flutuante também, como a perda de audição.


Como eu descubro se tenho Meniere?


Como o tipo de tontura é muito característico, o diagnóstico do Meniere normalmente é feito por um Otorrinolaringologista através da historia e do exame físico. É muito importante também a realização de um exame de audiometria.

Outros exames como Ressonância Magnética, Eletrococleografia, Vectonistagmografia e exame de sangue podem ser necessários.


Qual o tratamento do Meniere?


O tratamento da Doença de Meniere é feito com medicamentos, qua vão ajudar a manter a pressão da endolinfa normal. O medicamento mais utilizado é o dicloridrato de betahistina. Uma outra opção é o uso de diuréticos.

Existe um dispositivo ainda não aprovado no Brasil chamado Meniett Device, que gera um pulso pressórico e pode trazer alivio para os sintomas.

Algumas tratamentos cirúrgicos podem ser utilizados, mas são reservados para casos mais complicados, que não respondem ao tratamento clínico.

Além do tratamento medicamentoso, algumas orientações dietéticas podem ser necessárias. Pode ser indicado diminuir o consumo de sal, ou evitar alguns alimentos que funcionem como gatilho para as crises, tais como: chocolate, café, chá,




Quem pode ter essa doença?


O diagnóstico do Meniere está descrito desde crianças de 4 anos até idoso de 90 anos, mas o pico de incidência se concentra entre os 40 e 60 anos, sendo até 2 vezes mais comuns nas mulheres do que nos homens.


Qual a diferença entre Síndrome de Meniere e Doença de Meniere?


A doença de Meniere é uma doença sem causa definida. A síndrome de Meniere é um conjunto de sintomas igualzinho a doença de Meniere porém causada como consequência de outra doença. Por exemplo , um paciente que tenha uma alteração endócrina ou uma doença autoimune que pode levar a um aumento da pressão do ouvido e consequentemente aos sintomas do Meniere



endolinfa perilinfa doenca meniere
Anatomia Orelha INterna

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo