Porque o nosso ouvido dói quando descemos a serra ou voamos de avião?

Muitas pessoas quando estão descendo a serra ou voando de avião apresentam dor ou desconforto nos ouvidos. Você já deve ter passado por isso, indo para a praia por exemplo? Por que isso acontece? O que podemos fazer para evitar ?


Como a nossa orelha funciona ?


O nossa orelha pode ser dividida em 3 partes, orelha externa, orelha media e orelha interna. A separação entre a orelha externa e a média é feita pelo tímpano. O tímpano é uma membrana que tem uma flexibilidade e uma capacidade limitada de movimentação. Ela impede a entrada de água, corpos estranhos e bactérias na orelha média.


timpano, meato acustico, pavilhao, coclea, tuba auditiva, sistema vestibular, orelha media, orelha externa, orelha interna
Anatomia orelha humana

O tímpano separa a orelha externa e a orelha média, fazendo com que esta não tenha comunicação com o meio exterior. Como a orelha média precisa estar preenchida de ar, para o correto funcionamento dos ossículos da audição ( martelo, bigorna e estribo), existe uma comunicação chamada tuba auditiva ( conhecida também como trompa de Eustáquio) , que liga a orelha média ao fundo do nariz. É através dessa comunicação que o ar chega na orelha média. Ao transportar o ar , a tuba também controla o equilíbrio da pressão da nossa orelha.


Por que o equilíbrio da pressão é importante e como ele funciona?


Quando a pressão externa se altera ( em um mergulho, descendo a serra ou voando de avião), começa a se formar uma diferença de pressão entre a cavidade da orelha média e externa. Por causa disso o tímpano é empurrado para o lado em que a pressão é menor. No momento que essa diferença atinge cerca de 15 mmHg a tuba se abre e a pressão se equaliza. Quando a tuba não consegue se abrir e compensar essa pressão o tímpano continuar a se distender e o ouvido começa a doer. Veja no vídeo abaixo como isso funciona.


Quais os problemas que impedem a tuba de funcionar?


As causas mais comuns de obstrução tubárea são : sinusites, rinites, desvio de septo e hipertrofia de adénoide. Mas existem diversas outras causas como: má formações, doenças genéticas além de doencas da própria tuba, por exemplo a tuba auditiva patente.


Como prevenir essas alterações da tuba?

Primeira coisa: evite se expor a essas alterações pressóricas se você estiver gripado, com a rinite atacada ou o nariz entupido. Como a tuba funciona muito mal nessas situações, você pode não conseguir compensar essa mudança de pressão, fazendo com que o tímpano seja hiperestendido. Isso pode causar dor , desconforto e até uma lesão do tímpano, condição essa conhecida como barotrauma.

Se você está numa situação de mudança de pressão, atividades simples, como mascar chiclete, engolir água ou outro líquido e bocejar podem ajudar a abrir a tuba e compensar a pressão da orelha.

Existem diversas manobras para ajudar a compensar a pressão, sendo a mais conhecida a manobra de Valsalva. ( no vídeo eu explico como fazer).

Se mesmo com esses cuidados você continuar a ter desconforto no ouvido procure um otorrinolaringologista.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo