• Jose Eduardo Marcondes

Teste Olfatório

Você já ouviu falar sopre o teste para medir o olfato?



Nunca havia se falado tanto do olfato como agora. A pandemia de COVID-19 colocou esse sentido no holofote. Poucos semanas após o inicio da pandemia o numero de casos no consultório do otorrinolaringologista Dr. José Eduardo Marcondes aumentou muito.


Para avaliar essa perda de olfato existem alguns testes que podem ser realizados. Aquele que foi escolhido para der realizado na Clinica Marcondes foi o teste conhecido como CCCRC test. É a abreviação de Connecticut Chemosensory Clinical Research Center test.


É um nome complicado para um teste simples mas muito útil


Como funciona o teste olfatório?


Ele é constituído de 2 etapas. Uma que chamamos de qualitativa e outra de quantitativa.

Na parte qualitativa, vários odores são apresentados ao paciente em tubos vedados para que ele não veja o conteúdo. Nessa fase observamos como anda o olfato em relação ao diversos cheiros

Na fase quantitativa, uma substância química não tóxica é diluída em diversas concentrações para avaliar o nível do olfato do paciente.





O teste olfatório pode ser feito no consultório, diretamente na consulta com o otorrino e não é invasivo. Muitas vezes o paciente acha que perdeu todo o olfato, ou não percebe como está melhorando e o teste consegue fornecer uma avaliação objetiva dessa perda.


Esta com anosmia, parosmia ou hiposmia?


Agende uma avaliação com o otorrino Dr. José Eduardo Marcondes e realize o seu teste olfatório.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo