• Jose Eduardo Marcondes

Anosmia e Parosmia pós Covid. O que voce precisa saber?

Atualizado: Ago 29

A síndrome pós Covid apresenta muitas sequelas nos diversos órgãos do nosso corpo. Mas A anosmia e a parosmia estão entre as mais frequentes.



Mas o que é a anosmia e a parosmia?


Anosmia:

Anosmia é a perda total do olfato. Ela normalmente acontece nos estágios iniciais da Covid-19, muitas vezes durante o período de infecção. É um dos sintomas mais comuns da Covid-19.


Parosmia

A parosmia é uma percepção alterada dos cheiros. Ela normalmente aparece depois da parosmia e provavelmente está ligada a uma regeneração incompleta do tecido de sustentação do nervo olfatório.


Hiposmia

A hiposmia é uma condição em que o olfato está presente , mas diminuído.


Fantosmia

A fantosmia acontece quando aparece a sensação de um cheiro que não existe.


Qual a causa da anosmia e da parosmia?


O mecanismo ainda não esta completamente estabelecido, mas sabe-se que o coronavírus ataca as células de sustentação do epitélio olfatório. Essas células são muito importantes para a nutrição, regeneração dos neurônios olfatórios. Existe ainda lesão da artérias dessa região. O edema e a inflamação causados pela infecção faz com que , inicialmente, não se perceba nenhum cheiro ( anosmia). A parosmia, no entanto, costuma aparecer mais tardiamente e parece ser fruto de uma recuperação incompleta do epitélio olfatório. Lesões do bulbo olfatório, provavelmente secundárias as alterações vasculares, também estão presente.



Quais são as consequências desses distúrbios do olfato ?


Os distúrbios do olfato, especialmente a parosmia, tem grandes consequências para a vida das pessoas que são afetadas, levando a problemas em diversas áreas.


Nutricionais

A alimentação, mais do que o aspecto nutricional, é uma experiência sensorial. A consistência, a textura, a cor, o sabor, o cheiro, a apresentação dos alimentos influencia na nossa forma de comer. Quando o fator cheiro é retirado da equação , ou pior ainda, ele é perturbado, como no caso da anosmia, por vezes fica impossível ingerir uma série de alimentos que são fundamentais, levando a um emagrecimento não saudável, carências nutricionais e , em alguns casos mais graves, desnutrição.


Emocionais

O cheiro de chuva ou de terra molhada, aquele odor característico do seu filho recém nascido, ou do perfume do seu companheiro(a), o aroma de um bolo recém saído do forno ou da comida que só a sua avó sabe fazer. Esses são alguns exemplos de emoções olfativas presentes no nosso dia a dia. O olfato é o sentido mais ligado à emoção, tendo grandes conexões com nosso sistema límbico. A ligação mãe e filho, as reuniões de família, o ato sexual, grandes conquistas, comemorações, estão sempre permeadas por aspectos de cheiros e aromas. A perda disso leva a alterações dessa estimulação do sistema límbico, propiciando sentimentos de raiva, frustração e depressão.


Sociais

A maioria dos encontros sociais se dá em ambientes onde existe comida e bebida. Com a vida social já restrita pelos aspectos da pandemia, a limitação que a perda e a alteração do olfato traz, piora a situação dos relacionamentos das pessoas acometidas, inclusive piorando as alterações emocionais.


Segurança

Uma comida estragada, um vazamento de gás, um incêndio ou mesmo a hora de trocar a fralda do seu filho. Situações corriqueiras ou momentos de vida ou morte, em que o nosso olfato nos ajuda a nos proteger ou proteger alguém. Pessoas com esse sentido alterado perdem esse sinal de alerta tão importante


Existe tratamento para a anosmia e parosmia pós Covid?


Existe sim. A grande maioria dos casos melhora espontaneamente, mas cerca de 15% deles não melhora, necessitando de acompanhamento médico e com outras especialidades.

O tratamento está apoiado em 4 pilares:


Treinamento olfativo

O treinamento olfativo é fundamental na recuperação do olfato. Ele serve tanto para estimular a percepção dos cheiros , como para recriar padrões cerebrais para identificar determinados aromas.


Veja como fazer o treinamento olfativo aqui:





Tratamento medicamentoso

O uso de medicamentos também é muito importante na recuperação da anosmia e parosmia pós Covid. Existem várias classes de medicamentos que podem ser utilizados esta situação.

Medicamentos nasais: o uso de corticóides nasais e o citrato de sódio são exemplos de medicamentos utilizados. Outra opção intranasal é a vitamina A. Precisa ser formulada de uma maneira muito específica, com meio de diluição oleoso, e ser aplicada no nariz com a cabeça virada para baixo. Entre os medicamento orais temos os corticóide, o ácido alfa lipóico, a pentoxifilina e a melatonina. A suplementação de vitaminas, minerais e antioxidantes também tem papel fundamental no tratamento dessas alterações.


Medidas comportamentais

Como os distúrbios de olfato levam, muitas vezes a uma pobreza nutricional, mudanças psicológicas e sociais, exigem alguma medidas que ajudam a passar pelo processo.

  • Faça exercícios físicos. Existem relatos de melhoras nos sintomas e faz bem para você como um todo.

  • Meditação e mindfulness. Manter a mente tranquila vai te ajudar com certeza a passar por esse momento.

  • Procure ajuda profissional. Nem sempre o remédio ou o tratamento que outras pessoas usaram pode ser útil para você. Converse com um médico que possa individualizar o tratamento que melhor se adapta ao seu caso.

  • Ainda sobre ajuda profissional. Psicólogos, fonoaudiólogos e nutricionistas são profissionais que devem estar envolvido no tratamento desses casos.

Laser ( fotobiomodulação)

A fotobiomodulação ou laser de baixa frequência vem sendo utilizado com sucesso para tratamento de feridas e processos inflamatórios em vários sistema do nosso corpo.

É feita uma emissão de luz, com comprimentos de onda no espectro visível e infravermelho. A energia gerada é absorvida pelos tecidos e estimula processos fisiológicos, que favorecem a regeneração tecidual e a modulação da dor, da inflamação e da resposta imune.

Devido a essas propriedades, o laser começou a ser usado como terapia complementar nos distúrbios olfatórios do olfato. Associado ao treinamento olfativo e tratamento medicamentoso tem aumentado a taxa de melhora dos pacientes com anosmia e parosmia. Quer saber mais sobre o laser, clique aqui.


Teste olfatório


Para conseguir mensurar o olfato e acompanhar a evolução da doença existem alguns testes. Para saber como funciona veja esse post.




114 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo