• Jose Eduardo Marcondes

Corneto Nasal, o que é e para que serve?

Atualizado: Ago 16

O corneto nasal, também conhecido como concha nasal ou turbina, é uma projeção óssea que está localizada na parede lateral do nariz. Nós temos, normalmente, 3 cornetos de cada lado, mas em alguns casos podem ser 4. Eles são formados por ossos cobertos por uma mucosa chamada de epitélio respiratório. Tem inúmeras funções, entre elas, aquecer, umidificar, filtrar e direcionar o ar que passa pelo nosso nariz.

A imagem mostra como o aumento dos cornetos influencia na respiração, atrapalhando o fluxo de ar e gerando uma obstrucao nasal
Hipertrofia dos cornetos nasais

Como o corneto influencia na respiração?


O seu formato aerodinâmico do corneto nasal permite que o fluxo de ar seja direcionado corretamente, contribuindo para uma boa respiração, além de direcionar uma parte do ar para a região mais alta do nariz, onde se encontra o nervo olfatório, permitindo que o olfato aconteça.

Os 3 cornetos ( inferior, médio e superior - quando há um quarto é chamado de supremo), dividem o nariz em espaços chamados meatos. É como se fossem os andares do nariz.

No 1ᵒ andar, o meato inferior, está localizado o corneto inferior, que é o maior de todos e tem uma grande rede vascular que permite com que o corneto possa aumentar o fluxo de sangue, controlando a corrente de ar, regulando o ciclo nasal e moderando o aquecimento e a umidificação do ar que passa. No meato inferior temos ainda o duto nasolacrimal, local onde a lágrima é drenada.

O 2ᵒ andar ou o meato médio, contém o corneto médio e as entradas dos seios maxilares, frontais e etmoidais, por onde o ar entra nesses seios e a secreção deles é drenada.

O 3ᵒ andar, ou meato superior, tem a entrada do seio esfenoidal e , como eu já disse, o nervo do olfato.


Devido esses características, o formato e o funcionamento dos cornetos são importantes para um correto fluxo nasal. Diversas doenças podem aumentar o corneto e causar obstrução: Rinites, sinusites de repetição, infecções fúngicas, alterações anatômicas, vasculares e neurológicas, etc.

O aumento dos cornetos nasais, junto com o desvio de septo, são as principais causas de obstrução nasal na população adulta.


Como tratar o aumento dos cornetos nasais?


O objetivo do tratamento das doenças do corneto é diminuir o seu tamanho, restaurar suas funções e facilitar a passagem de ar. Esse tratamento pode ser com medicamentos ou cirúrgico.

Os medicamentos mais utilizados são os antialérgicos e corticóides, que podem ser de uso oral ou tópico nasal. A lavagem nasal também desempenha um papel importante no tratamento da hipertrofia do corneto.

A cirurgia dos cornetos se chama turbinectomia ou turbinoplastia. Ela pode ser realizada isoladamente ou em conjunto com a cirurgia do desvio de septo ou da sinusite crônica.


Quantas vezes eu preciso lavar o nariz?

Perfuração septal

Desvio de septo nasal

1,751 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo