Desvio de Septo. O que é isso?

O septo nasal é uma estrutura formada por osso, cartilagem e mucosa que separa as duas cavidades nasais. Na maioria das vezes o septo não é completamente reto, levando a uma assimetria dessas cavidades. Essa assimetria pode não ser percebida na maioria das pessoas. Quando essa estrutura é muito torta chamamos de desvio de septo.


Esse desvio pode acontecer de forma congênita, ou seja , a pessoa nasce com ele, ou pode aparecer durante o crescimento dos ossos do rosto, ou ainda devido a traumas , processos inflamatórios , ou mesmo após alguma cirurgia.

A maioria das pessoas não tem sintomas, mas outras podem apresentar diversas alterações pelo desvio, entre elas: dificuldade de respirar pelo nariz, acumulo de secreção, dificuldade para dormir, dor na face, sinusites de repetição, entre outras. As principal queixa é, realmente, a dificuldade de respirar.

O diagnostico é feito de maneira clinica, ou seja, em um exame minucioso de um especialista é possível fazer o diagnóstico. Algumas vezes pode ser necessário a realização de uma nasofibroscopia ou tomografia nasal.

Existem medidas para ajudar um paciente com dificuldade para respirar, como uso de medicamentos ou dilatadores nasais, mas o tratamento mais efetivo para o desvio é cirúrgico. A cirurgia tem duração aproximada de 1 hora, é feita com anestesia geral e pode ser associada a outros procedimentos, como a turbinectomia ( que é a cirurgia dos cornetos nasais) ou com a rinoplastia ( que é a cirurgia plástica do nariz). Quando existe uma vontade do paciente de realizar a plástica nasal, o ideal é que ela seja associada a cirurgia do desvio desvio de septo.


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo